Blog

Fique por dentro de conteúdos e artigos interessantes acessando nosso blog.

Saiba como podemos ajudar o seu filho com CERATOCONE #JunhoVioleta (Crosslinking do colágeno corneano)

Os cuidados com a visão devem ser tomados desde cedo, uma vez que as crianças e adolescentes também estão sujeitos a problemas oculares de forte impacto sobre a qualidade de vida.

Entre as condições mais comuns dessa fase está o ceratocone, um aumento progressivo na curvatura da córnea, que com o tempo fica mais fina e menos resistente, num formato “pontiagudo”.

Essa deformação estrutural causa desvios na luz que entra nos olhos, levando à formação de imagens borradas e distorcidas. Dependendo da gravidade, é possível tratar o caso com óculos ou lente de contato, mas há situações em que se faz necessário recorrer a procedimentos capazes de impedir a progressão do quadro, especialmente no ceratocone pediátrico, quando muitas vezes o avanço é acelerado e afeta diretamente a socialização e aprendizado escolar.

Uma revisão de estudos publicada no Indian Journal of Ophthalmology defende que tratar pacientes jovens com ceratocone leve é mais benéfico e adequado do que esperar a chegada da fase adulta, quando a doença pode estar mais avançada e demandar transplante de córnea. Segundo os pesquisadores, o procedimento indicado para essa intervenção é o crosslinking de colágeno da córnea, sobre o qual falaremos um pouco mais na sequência.

O QUE É O CROSSLINKING?

É um procedimento destinado a interromper a progressão do ceratocone. Ele consiste na aplicação de uma vitamina chamada riboflavina (B2) na córnea, que quando exposta à luz ultravioleta, estimula novas ligações entre as moléculas de colágeno, endurece a parte anterior da córnea e estabiliza o ceratocone.

Todo esse processo é realizado mediante anestesia local e leva cerca de 30 minutos, sem que o paciente sinta qualquer tipo de dor. Após a conclusão, o oftalmologista aplica uma lente terapêutica sobre a córnea para facilitar sua recuperação, e pode também indicar o uso de colírios antibióticos e anti-inflamatórios por até 15 dias.

Mesmo que o paciente tenha ceratocone nos dois olhos, não é recomendado fazer o crosslinking em ambos no mesmo dia.

Vale a pena ressaltar também que há outros tratamentos disponíveis para o ceratocone. Recentemente, resumimos todos eles em um outro artigo aqui no blog. Você pode acessá-lo clicando aqui.

COMO SEI QUE O CROSSLINKING É IDEAL PARA O MEU FILHO(A)?

Não há outra forma de chegar ao crosslinking sem uma avaliação oftalmológica e a realização de exames como a Topografia Computadorizada da Córnea e a Tomografia de Córnea com Scheimpflug. A boa notícia é que você encontra tudo isso aqui no IOSG, junto a uma estrutura completa com atendimento diferenciado. Agende uma consulta com os nossos especialistas pelo telefone (34) 3214-3033.

IOSG – Há mais de 40 anos trazendo mais detalhes em sua vida!

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *