Blog

Fique por dentro de conteúdos e artigos interessantes acessando nosso blog.

Nas férias de verão os olhos também merecem atenção!

É VERÃO! Bom sinal, já é tempo: de abrir o coração e sonhar. Seja passando uma tarde em Itapuã, ou desfilando pelas calçadas de Ipanema, os dias estão mais longos e quentes, o que exige uma atenção redobrada com a pele. Para ela, os cuidados são conhecidos: protetor solar, roupas de algodão e evitar o sol das 10h às 16h. No entanto, existe uma parte do nosso corpo, extremamente sensível, que pede cuidados específicos: os nossos OLHOS.

POR QUE OS OLHOS PRECISAM DE CUIDADOS?

Quando os olhos são muito expostos a luz do sol, principalmente se essa é refletida pela água, areia ou outras superfícies, podem ocorrer queimaduras solares nos olhos, condição chamada de FOTOCERATITE ou FOTOCONJUNTIVITE. Os sintomas mais comuns são dor, vermelhidão, manchas nos olhos e a perda temporária da visão. Além disso, a longo prazo, os raios ultravioletas (UV) emitidos pelo sol podem estimular o desenvolvimento de doenças oculares graves, como a catarata, pterígio e o câncer de pele na região das pálpebras.

E olha que interessante: a Organização Mundial de Saúde (OMS), ao analisar a quantidade exposição aos raios UV que uma pessoa recebe ao longo da vida, conclui que mais de 80% dessa radiação é recebida ANTES dos 18 anos de idade. Isso acontece porque as crianças passam mais tempo ao ar livre, brincando, do que os adultos. Dessa forma, os pequenos são os que mais precisam de cuidados para proteger a pele e os olhos do sol.

CONHEÇA 5 MANEIRAS DE PROTEGER OS OLHOS DA SUA FAMÍLIA NESSE VERÃO:

1) USE ÓCULOS DE SOL

Começando pelo mais óbvio: as barreiras físicas. O uso de chapéus de aba larga, bonés e barracas e guarda-sóis na praia são ótimas maneiras que proteger os seus olhos. Entretanto, muitos pacientes têm a mesma dúvida: e os óculos de sol vendidos em feiras e camelôs? Já adiantamos que esses não possuem o efeito protetor necessário para proteger dos raios ultravioletas, emitidos pelo sol. É sempre importante ter certeza que as lentes possuem 100% de proteção UVA e UVB e que os óculos se encaixem bem ao rosto, sem permitir a passagem de luz pelas laterais.

2) USE ÓCULOS TAMBÉM DENTRO DA PISCINA!

Quem nunca sentiu os olhos arderem ao mergulhar de olhos abertos dentro da piscina? Isso é devido ao cloro, utilizado para manter a água limpa, sem micro-organismos. No entanto, estudos antigos já mostraram que o contato frequente dos olhos com o cloro diluído na água pode causar danos ao epitélio da córnea, uma fina camada transparente de tecido, que protege a córnea de substâncias irritantes e patógenos e a mantêm lubrificada e saudável.

Com isso, os olhos ficam vermelhos, lacrimejando e a visão se torna embaçada. Para se proteger, basta usar óculos de proteção ao nadar em piscinas, e também na praia ou no mar, cuja água possui partículas que podem machucar os olhos.

3) LAVE AS MÃOS E EVITE COÇAR OS OLHOS

Os cuidados com a higiene ocular são extremamente importantes. Principalmente após nadar, lave os olhos com água corrente. Em dias comuns, o ideal é realizar a limpeza pelo menos uma vez, focando na região dos cílios, pálpebras e cantos, para eliminar possíveis secreções ou impurezas. O calor contribui também para o aparecimento das conjuntivites e outras doenças oculares, então lavar frequentemente as mãos e evitar de coçar os olhos é uma ótima forma de prevenção.

4) EVITE IRRITAÇÕES E ALERGIAS, E O RESSECAMENTO

No verão, o uso do protetor solar e de hidratantes faciais é mais frequente. Mesmo sendo muito importantes, pelo calor e o suor, eles podem acabar escorrendo para os olhos, causando irritações e alergias oculares. Se esse for o seu caso, o melhor é o uso dos óculos e chapéus para proteger a região em volta dos olhos. Outra condição que causa a irritação nos olhos é a secura. O clima mais quente, seco e com vento afeta o filme lacrimal, ressacando os olhos. Para isso, o uso dos óculos também é benéfico, e os colírios de lágrimas artificiais, para manter os olhos úmidos.

Porém, essas alergias e irritações podem ser sintomas de doenças oculares mais graves. Não deixe de consultar um oftalmologista, para uma avaliação especializada dos seus olhos.

5) MANTENHA UMA DIETA SAUDÁVEL, SE HIDRATE E DURMA BEM

Esses são 3 pilares fundamentais para manter o seu corpo inteiro saudável, e também influenciam na saúde ocular. E não é apenas a cenoura que faz bem para os olhos: estudos comprovam que uma dieta rica em LUTEÍNA e ZEAXANTINA (substâncias presentes no espinafre, laranja, couve, mamão, milho, gema de ovo, rúcula, entre outros) e em vitamina C, E e Zinco, participam da prevenção e da diminuição dos sintomas e avanço principalmente da Degeneração Macular Relacionada a Idade, uma doença que causa danos na região central da retina, responsável pela visão central, distinção de cores e pequenos detalhes.

Ademais, a DESIDRATAÇÃO pode afetar os olhos, pois torna mais difícil para o corpo produzir lágrimas, causando os sintomas de alergias e irritações falados anteriormente. O SONO, ou a falta de dormir, também causa o ressecamento dos olhos. E o que as pessoas geralmente fazem nessa situação? Esfregam os olhos. Aprendemos esse comportamento porque ele estimula a produção de lágrimas pela glândula lagrimal, porém aumenta irritação e o risco de infecção por micro-organismos presentes nas mãos.

Em caso de dúvidas ou sintomas persistentes nos olhos, você pode contar com o IOSG para o melhor atendimento. Boas férias e um ótimo verão!

IOSG – Há 40 anos trazendo mais detalhes em sua vida!

Fonte:
– Ishioka, M., Kato, N., Kobayashi, A., Dogru, M., & Tsubota, K. (2008). Deleterious effects of swimming pool chlorine on the corneal epithelium. Cornea, 27(1), 40–43.
– CBO Conselho Brasileiro de Oftalmologia.
– American Academy of Ophthalmology.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *