Tag - estresse

Estresse causa retinopatia?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 90% da população mundial sofre com o estresse, sendo que o Brasil é o 2º colocado no ranking de países com os maiores níveis.

A lista de efeitos que o estresse tem no corpo é grande. Muita gente se lembra da irritação, suor excessivo, dor de cabeça, cansaço físico, batimentos acelerados e perda de concentração, mas nem todo mundo se atenta ao fato de que os riscos a longo prazo são sérios, inclusive para os olhos.

Um dos problemas oculares mais comuns causados por esse quadro é a Corioretinopatia Serosa Central, conhecida por vazamentos de líquido da coroide e consequente descolamento de retina. O paciente acometido pela doença tem visão central borrada e enxerga a imagem de forma distorcida.

É preciso ressaltar, ainda, que há outro tipo de estresse ameaçador: o oxidativo. De modo geral, ele é o estado que o nosso corpo fica quando a quantidade de moléculas antioxidantes disponíveis não é suficiente para compensar os efeitos nocivos dos radicais livres produzidos naturalmente pelas nossas células.

Os antioxidantes são vitaminas, minerais e outras substâncias adquiridas com uma boa alimentação e estimuladas através do sono e exercício físico. Quando adotamos maus hábitos, aumentamos as chances de viver sob esse estresse oxidativo e de expor o nosso corpo ao envelhecimento precoce, problemas de pele, Alzheimer e outras doenças.

Segundo um estudo inglês publicado no National Center for Biotechnology Information (NCBI), há evidências científicas de que o estresse oxidativo contribui para a progressão da Retinopatia Diabética, um enfraquecimento dos vasos sanguíneos da retina decorrente do excesso de açúcar no corpo. De acordo com os pesquisadores, os radicais livres contribuem para a formação de novos vasos que já nascem muito frágeis e suscetíveis a rompimentos que encobrem o campo de visão.

Para evitar todos esses problemas não há segredo: é preciso qualidade de vida. Invista em uma boa rotina de exercícios físicos, alimente-se de maneira adequada, principalmente com frutas, legumes e verduras, cuide do sono e busque equilíbrio emocional. Não é fácil lidar com o estresse e os desafios do dia a dia, e um apoio profissional nessas horas pode fazer a diferença. Respire, converse, medite e busque ajuda.

Caso tenha alguma dúvida sobre saúde ocular, os nossos oftalmologistas estão à sua disposição.

Fontes:

Calderon, G D et al. “Oxidative stress and diabetic retinopathy: development and treatment”. Eye (London, England) vol. 31,8 (2017): 1122-1130. doi:10.1038/eye.2017.64

MAIA JUNIOR, O. et al. Seguimento de portadores de coriorretinopatia serosa central por meio da tomografia de coerência óptica. Arq. Bras. Oftalmol.,  São Paulo ,  v. 69, n. 2, p. 165-169,  Apr.  2006

Read more...