Blog

Fique por dentro de conteúdos e artigos interessantes acessando nosso blog.

Conheça os 3 principais tipos de conjuntivite e como se livrar delas

A conjuntivite é um dos problemas oculares mais comuns em um pronto atendimento médico. Quem nunca  teve ou pelo menos conhece alguém que já acordou com os olhos vermelhos e se afastou para não transmiti-la. A época de escola, por exemplo, é um exemplo clássico.

E ao contrário do que muitos imaginam, conjuntivite não é tudo igual! Acompanhe esse artigo até o final para entender quais são os principais tipos e como você pode tratá-los.

O QUE É CONJUNTIVITE?

É uma inflamação na conjuntiva, um tecido bem fino e transparente que recobre o nosso globo ocular. De modo geral, a conjuntivite afeta os dois olhos e pode durar até 15 dias para a cura total.

QUAIS OS SINTOMAS MAIS COMUNS?

– Dor no olho;
– Vermelhidão;
– Coceira;
– Inchaço na pálpebra;
– Dificuldade para enxergar;
– Fotofobia (sensibilidade à luz);

QUAIS OS PRINCIPAIS TIPOS?

De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), a classificação de uma conjuntivite está associada à sua causa. Dessa forma, ela pode ser:

– CONJUNTIVITE VIRAL: é a mais comum e não tem tratamento específico. Ela costuma se curar entre uma e duas semanas por conta própria, de acordo com o sistema imunológico do paciente. Apesar disso, é muito importante consultar um médico para diagnosticá-la corretamente, evitar a transmissão e controlar os sintomas.

– CONJUNTIVITE BACTERIANA: como o próprio nome indica, é causada por bactérias, por isso, se necessário, pode ser tratada com antibióticos. Com relação aos sintomas, a principal diferença é uma maior quantidade de muco ou pus em comparação à viral.

– CONJUNTIVITE ALÉRGICA: está associada à alergias e não é contagiosa. Ela só pode ser interrompida se o paciente se afastar do que está causando a alergia.

Independentemente de qual seja o tipo de conjuntivite que você tenha, existem duas regras em comum: não deixe de procurar um médico ao notar os sintomas e jamais se automedique.

COMO POSSO EVITAR A TRANSMISSÃO?

Após o diagnóstico, a principal medida é o cuidado com a higiene:

– Lave as mãos com água corrente e sabão frequentemente;
– Evite tocar os olhos em qualquer situação;
– Use uma toalha limpa todos os dias;
– Troque suas fronhas e lençóis todos os dias.
– Enquanto os olhos não estiverem curados, evite usar lentes de contato;
– Enquanto os olhos não estiverem curados, evite maquiagens;
– Não compartilhe nada que toque ou fique próximo dos olhos;
– Fuja dos mitos populares! Leite materno, por exemplo, não cura conjuntivite de criança.

Caso tenha alguma dúvida sobre saúde ocular, fique à vontade para agendar um horário com os nossos especialistas: (34) 3214-3033.

IOSG – Há mais de 40 anos trazendo mais detalhes em sua vida!

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *